Filipenses 3.20

A Paz do Senhor, irmãos ! Tudo bem ?

Meu Deus, que correria …

Tenho tantas coisas pra compartilhar com vocês, mas não tem dado tempo !
O curso de Design Gráfico tem ocupado bastante do meu tempo ( Agora, por
exemplo, são 00h52 e eu tô aqui escrevendo, rs) ! Nunca pensei que fosse estudar
tanto em frente ao computador, mas tenho feito muito isso nos últimos dias ! hehe

Bom, mas vamos lá !

Eu não estava pretendendo escrever hoje, mas agora quero compartilhar com vocês
um texto que li no Facebook. O texto é um artigo do médico oncologista, Dr. Rogério Brandão.
Ele conta uma estória e a usa para tentar definir o que é saudade, mas eu não quero me prender nesse ponto ! Pelo menos não foi isso que me chamou a atenção !

Mas enfim, vou parar de escrever ! Vamos pro texto !


” Como médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuação profissional (…)
posso afirmar que cresci e modifiquei-me com os dramas vivenciados pelos meus pacientes.
Não conhecemos nossa verdadeira dimensão até que, pegos pela adversidade, descobrimos
que somos capazes de ir muito mais além.

Recordo-me com emoção do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros
passos como profissional… Comecei a freqüentar a enfermaria infantil e apaixonei-me pela oncopediatria. Vivenciei os dramas dos meus pacientes, crianças vítimas inocentes do câncer.
Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento das crianças.

Até o dia em que um anjo passou por mim! Meu anjo veio na forma de uma criança já com
11 anos, calejada por dois longos anos de tratamentos diversos, manipulações, injeções e
todos os desconfortos trazidos pelos programas de químicos e radioterapias. Mas nunca vi
o pequeno anjo fraquejar. Vi-a chorar muitas vezes; também vi medo em seus olhinhos;
porém, isso é humano!

Um dia, cheguei ao hospital cedinho e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela
mãe. A resposta que recebi, ainda hoje, não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.

— Tio, disse-me ela — às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores … Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade. Mas, eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!

Indaguei: — E o que morte representa para você, minha querida?
— Olha tio, quando a gente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai
e, no outro dia, acordamos em nossa própria cama, não é? (Lembrei das minhas filhas,
na época crianças de 6 e 2 anos, com elas, eu procedia exatamente assim.) É isso mesmo.
— Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha
vida verdadeira!

Fiquei “entupigaitado”, não sabia o que dizer. Chocado com a maturidade com que o sofrimento acelerou, a visão e a espiritualidade daquela criança. E minha mãe vai ficar com saudades – emendou ela.

Emocionado, contendo uma lágrima e um soluço, perguntei:
— E o que saudade significa para você, minha querida?
— Saudade é o amor que fica!

Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um a dar uma definição
melhor, mais direta e simples para a palavra saudade: é o amor que fica!

Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas, deixou-me uma grande lição que ajudou a melhorar
a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com meus doentes, a repensar meus valores.
Quando a noite chega, se o céu está limpo e vejo uma estrela, chamo pelo “meu anjo”, que brilha
e resplandece no céu. Imagino ser ela uma fulgurante estrela em sua nova e eterna casa.

Obrigado anjinho, pela vida bonita que teve, pelas lições que me ensinaste,
pela ajuda que me deste. Que bom que existe saudade! O amor que ficou é eterno.”

“Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos
o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.”
Filipenses 3.20

A cama do nosso pai “é” a o que vivemos hoje, mas essa não é a nossa vida de verdade,
a vida que o nosso Pai sonhou pra nós ! Um dia vamos acordar na nossa própria cama !
Vamos acordar no lugar onde o Senhor preparado pra nós !

Não se deixe prender pelas coisas desse mundo, tudo aqui é passageiro ! Paulo já dizia aos Colossenses: “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra. ” Colossenses 3.1-2

Que sejamos como essa criança e entendamos que não somos daqui !
Que a nossa saudade seja voltar para os braços do Pai !
Existe um Reino esperando por nós !

Certo, Príncipes e Princesas do Senhor ?

Fiquem com Deus,

Simplesmente como Jesus ♔

Comente aqui...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s